http://www.aratuonline.com.br/universoaxe/index.php?menu=home

sexta-feira, 27 de maio de 2011

entrevista com igor canario


Igor Kanário - A Bronkka
21/04/2011
 
Por Caio Corôa

Polêmico, ousado, irreverente, marrento e conhecido por não ter papas na língua e por falar o que vier à cabeça, doa a quem doer, Igor Kanário, vocalista da banda A Bronkka, resolveu colocar a boca no trombone e falar sobre a polêmica que está dando o que falar nos bastidores do pagode baiano entre a sua banda e o grupo No Styllo. O rapaz, que está em ascensão na música baiana, falou também sobre o preconceito que a sociedade elitizada tem com o seu trabalho e sobre a acusação de que faz música para marginal. Numa entrevista exclusiva, manda avisar que quem mexer com o Kanário, "a favela corta". O nome do assunto é A Bronkka.

UNIVERSO AXÉ -  Igor, você está a quanto tempo liderando a banda  A Bronkka?
Igor Kanário - Na Bronkka tenho dois anos, mas comecei a cantar desde meus 14 anos, passei pelo Swing do P, Patrulha do Samba... Aí resolvi sair do Swing do P e formar a banda A Bronkka, que apesar de ter apenas dois anos de criação os músicos já tocam juntos há 9 anos.

UNIVERSO AXÉ - Muita gente discrimina A Bronkka porque afirmam que o grupo é voltado para o ladrão. Vocês direcionam seu público?
Igor Kanário - Tocamos para todo tipo de público, A Bronkka não fala só de guetto, apesar de ser a nossa identidade, a nossa raiz ser a Liberdade (bairro). Temos música para agradar todo tipo de gente, sejam crianças, idosos, mulheres... nossas músicas falam de brincadeira, de amor... enfim, a gente toca o que o povo gosta de ouvir.

UNIVERSO AXÉ - Então o seu público não é marginalizado?
Igor Kanário - Eu vejo isso de uma forma diferente, estão julgando mal o nosso trabalho. O nome de fato é forte, A Bronkka, mas é a Bronkka do bem e a gente não está aqui para passar marginalidade para a galera, estamos querendo passar através da nossa música um pouco do que a gente viveu. Se as pessoas forem perceber, todas as letras das músicas da Bronkka são uma história, não são apenas refrão e estrofe, são letras.

UNIVERSO AXÉ - Vocês não sofrem nenhum tipo de preconceito pelo estilo de cantar?
Igor Kanário - A galera tem que parar com esse preconceito porque a gente não está aqui para induzir ninguém para ir para o lado errado nunca. Estamos aqui para levar música, alegria e um pouco da nossa cultura do guetto.

UNIVERSO AXÉ - Vamos falar agora sobre a polêmica com a banda No Styllo.
Igor Kanário - Na hora (risos)...
 
UNIVERSO AXÉ - O que verdadeiramente acontece entre o Igor Kanário e Chiclete?
Igor Kanário - Na verdade, eu não tenho necessidade de ficar discutindo, brigando com ninguém sabe? Eu faço meu trabalho, sei do meu talento, sei da minha voz, sei que o povo sabe que a voz é minha e quem me imita é ele... Mas tudo que é bom se copia e o resultado é esse que todo mundo vê, que é o rapaz de lá imitando, mas está perdendo tempo, porque Igor Kanário só tem um, é único!!!

UNIVERSO AXÉ - Muitos artistas já passaram por essa situação. Qual o problema disso?
Igor Kanário - O problema que já está passando do lado musical, a gente não está aqui apelando para aparecer. Muita gente pensa que é jogo de marketing para as duas bandas se engrandecerem, mas não é... Já é um problema pessoal, já é falta de respeito, é ego de um homem, por que homem que é homem não manda recado. Enquanto estava no lado musical eu estava quieto, ele fazia a música dele de lá, eu fazia minha música de cá, mas todo mundo sabe que eu estou em primeiro lugar, que o original sou eu.
 
UNIVERSO AXÉ - Chiclete é um incomodo para você?
Igor Kanário - Ele não provoca estresse em mim, só acho que homem que é homem não manda recado não é? Homem que é homem fala é na cara. Seja o que der... Se tiver que sair na mão sai né? Pra resolver logo...

UNIVERSO AXÉ - Como você analisa essa rivalidade entre os fãs da Bronkka e No Styllo?
Igor Kanário - Queria dizer aos meus fãs que não liguem, peço a eles que ignorem... não se metam nessa briga, continuem ouvindo meu som e deixem a briga pro Kanário aqui.

UNIVERSO AXÉ - Conhece pessoalmente o Chiclete?
Igor Kanário - Sim... Já fomos amigos.
 
UNIVERSO AXÉ - Foram amigos?
Igor Kanário - É... ele era aquele fã que ficava na frente do palco me olhando cantar, aí decidiu virar cantor e aconteceu tudo isso. Eu gravei uma música que falava “não posso fazer nada por você se me ver na revista ou na TV”, aí ele achou que a música era pra ele, só que a música era pro Swing do P.

UNIVERSO AXÉ - E a música não era realmente pra ele?
Igor Kanário - Não tinha nada a ver, não sabia nem quem era Chiclete, pra mim era Danilo. Então ele aí, acho que por influencia de algumas pessoas, que existe essa coisa das pessoas ficarem apertando a mente do artista, fez uma música, uma tal de papa capim, pra me afrontar, alguma coisa assim.

UNIVERSO AXÉ - Você se irritou?
Igor Kanário - Enquanto estava assim estava tudo lindo, tava rolando No Styllo, tava rolando A Bronkka, mas já virou uma onda pessoal, não é mais musical sacou? Se ele não criar problema comigo eu não vou ter problema com ele. Eu vou ficar de boa, ele de boa. Mas se ele quiser briga, se ele quiser guerra, ele vai ter guerra e aí vai passar mal. Porque se ele é homem eu também sou, se ele canta eu também canto, agora vamos ver se ele canta do jeito que eu canto.

UNIVERSO AXÉ - Você acha que ele canta bem?
Igor Kanário - Me imitando, é claro que tem que cantar (risos). Me imitando como é que não canta bem? É a mesma coisa você imitar Roberto Carlos, se você imitar Roberto Carlos é porque você é bom... se Roberto Carlos é bom, tá entendendo? Tudo que é bom se copia, deixa ele à vontade. Tô aqui pro que der e vier.

UNIVERSO AXÉ - Fale um pouco dos seus projetos.
Igor Kanário - Estamos com a música nova, o conspirador, atrasa lado, você não tem um vizinho problemático não? Todo mundo tem não é não?
 
UNIVERSO AXÉ - Vizinho conspirão? Humm... Chiclete é seu vizinho?
Igor Kanário - Não (risos)... já foi! Eu moro na Liberdade, já foi na época do Pau da Lima.

UNIVERSO AXÉ - Quais as novidades?
Igor Kanário - Então... essa música vizinho conspirão está sendo o maior sucesso, vamos gravar um clipe dessa música que está na boca da galera e em tudo que é celular...

UNIVERSO AXÉ - Tem alguma idéia para esse clipe?
Igor Kanário - Como eu sou do guetto, eu quero que seja algo no guetto. A vizinha gritando, conspirando (risos) Aquela coisa bem povo, bem calor, bem suor. Estamos planejando!
 
UNIVERSO AXÉ - Mande um recado a todos os seus fãs e internautas do Universo Axé
Igor Kanário - Sem meus fãs eu não sou nada. Agradeço muito a fidelidade, os seguidores né? A gente não tem fãs, a gente tem seguidores, fã é aquela coisa de momento, temos seguidores. Agradeço muito e dizer que Jesus abençoe a todos e que fiquem despreocupados. Muito obrigado por estarem sempre do lado do Kanário e quem mexer com Kanário a favela cortaaaaaaaa. O nome do assunto é a Br

2 comentários:

  1. sem duvidas o nome do assunto è abronkkaa ...

    igor kanario..recuso imitações tsttsts

    ResponderExcluir